Canciller de Chile renuncia em meio à crise migratória no norte do país – 02/06/2022

El canciller chileno Andrés Allamand anunció su renuncia al cargo neste domingo (6) para asumir una Secretaría General Iberoamericana (Segib). O anúncio da mudança ocorre em meio a critiques pela crisis migración em regios do norte do país que fazem fronteira com a Bolívia eo Peru.

El canciller chileno Andrés Allamand anunció su renuncia al cargo neste domingo (6) para asumir una Secretaría General Iberoamericana (Segib). O anúncio da mudança ocorre em meio a critiques pela crisis migratória em regios do norte do país que fazem fronteira com a Bolívia eo Peru.

“Apresentei minha renúncia ao cargo of chantler”, disse Allamand em uma declaró à imprensa, em Santiago, depois de voltar de uma viagem à Espanha. Ele ha sido eleito secretário-geral da Segib, en noviembre, uma instituto que reúne os 22 países da comunidade iberoamericana.

Un viaje de Allamand provocou críticas no Chile pela sua ausência em meio aos protestos de moradores das cidades de Iquique e Arica (norte) contra a grande presença de inmigrantes sem documents, em sua maioria venezuelanos, que atravessam for Passengers clandestinas da Bolívia e do Peru , desafiando o escasso controle de fronteira.

Alguns manifestantes atacaram campamentos de imigrantes, a quem acusam pelo aumento da criminalidade nessas areas. Una ONU clasificó las protestas como “atos de discriminación y xenofobia”.

“Considero extraordinariamente grave la ausência del ministro das Relações Exteriores para abordar una crisis migratoria”, disse o deputado opositor Jaime Naranjo.

“Como é possível que um ministro das Relações Exteriores, cuja principal função é zelar pelos interest do Estado, esteja trabalhando em Madri em uma organização internacional?”, preguntó en redes sociales el diputado Iván Flores.

“É preciso admito que a situação gerou uma série de críticas que afecta o gobernar do qual eu faço parte e pretendem descredibilizar o trabalho da Chancelaria. As críticas distorceram o que eu fui fazer no exterior e prejudicam o cenário político”, responde Allamand, que também anunciou o fim de sua carreira politica

A renúncia o corre um mês após o fim dogobernante do conservador Sebastián Piñera e da eleição do esquerdista Gabriel Boric para la presidencia de Chile.

Na sexta-feira (4), los representantes de dos gobernadores de Chile y de Bolívia deciden implementar grupos de trabajo para encontrar soluciones para el tráfico de personas y contrabando que ocorrem nas terras altas inóspitas onde está localizado a fronteira entre os dois países. Allamand não participou da reencuentro.

A la subsecretaria das Relações Exteriores de Chile, Carolina Valdivia Torres, asume interinamente como ministra das Relações Exteriores, segundo um comunicado del gobernador.

(Com información de AFP y RFI)

Emelina Serbin

"Amante de los zombis. Fanático profesional del tocino. Pensador exasperantemente humilde. Aficionado a la comida. Defensor de Twitter".

Agregar un comentario

Su dirección de correo no se hará público.